Blog

Papo com especialista

Bruno Fernandes: o que a pandemia do coronavírus está ensinando para as empresas sobre os consumidores?

Por Patrícia Martins

A pandemia do novo coronavírus já está mudando a relação de compra e venda entre as empresas e seus clientes. Muitas organizações já estavam preparadas para enfrentarem o atual momento. Investir na transformação digital está ajudando muitas empresas a se destacarem no mercado.

E é sobre isso o assunto desse artigo.

Quem assina o texto “Papo com Especialista” dessa semana é o Bruno Fernandes, mestre em Administração, especialista em Marketing, palestrante, consultor e professor.


É importante destacar que, nos dias de hoje, é quase impossível separarmos o digital do não digital das nossas vidas. É engano acharmos que as empresas estão mais preocupadas com o mundo digital somente agora, com a pandemia do coronavírus.

Em muitas organizações, a transformação digital já é uma realidade. Afinal de contas, essa transformação é uma demanda que parte do consumidor. É claro que estamos falando de um alcance que ainda não é acessível para toda população, mas em um país como o Brasil, em que ​70% das pessoas estão conectadas​, isso já impacta a forma como as empresas se relacionam e oferecem produtos para seus clientes.

Importância da digitalização dos processos em meio a crise

As empresas que investiram na ​digitalização dos processos ​se estruturaram de alguma maneira para enfrentar esse momento, mesmo sem imaginarem o atual cenário. Essas organizações estão conseguindo performar, mesmo que não seja do jeito que imaginaram e planejaram, mas, se puderem ofertar algum produto digital durante esse período, já é um alento.

A digitalização de processos certamente contribuiu para dois pontos importantes nas organizações. O primeiro deles é o contato com cliente, que traz mais oportunidades de se posicionar e entregar valor. O segundo é o fato de as empresas enxergarem os benefícios do trabalho remoto.

Oportunidade para as empresas oferecem o melhor em meio ao coronavírus

A crise mundial, sem dúvidas, é uma oportunidade para as empresas repensarem seus propósitos, valores e entregas, tentarem entender melhor qual é a missão dela no mundo, tentar entender também quais serão os impactos, principalmente na perspectiva da mudança do comportamento do consumidor e visão de valor.

Precisamos ficar atentos em como as empresas irão se comportar depois que a pandemia estiver controlada. Acho que não só em função da pandemia, mas sobretudo através dela, várias empresas foram perdendo competitividade porque deixaram de entregar o melhor para o cliente.
As empresas precisam estar preparadas para dois cenários:

1- Clientes cada vez mais voltados para o mundo digital porque viram que esse tipo de relacionamento e contato é interessante.
2- Consumidores que valorizem ainda mais o atendimento físico, justamente pela experiência do confinamento.

Talvez, a maior transformação desse período seja uma transformação social, valorizando as relações pessoais, as pessoas, o afeto e a solidariedade. Espero que esse não seja apenas um discurso do momento das organizações e da população.

Uma frase que li esses dias, que me impactou e levo sempre comigo é: “a economia pode sofrer um abalo gigantesco justamente porque as pessoas estão comprando o que é estritamente necessário.” Desejo que as organizações virem essa chave e pensem na volta, que não será uma volta e sim uma nova entrada no mercado.


Digitalizar os processos de negócio da sua organização é um desafio? Nós queremos te ajudar! Agende uma consultoria gratuita com um de nossos especialistas.

Leia também:

Entenda os benefícios de uma empresa de digitalização para o seu negócio

Organização de documentos digitais: 9 dicas que vão melhorar o fluxo de trabalho